6 de ago de 2016

Detalhes Sobre Essa Solidão

E eu me pergunto o porque as vezes, o porque de me sentir tão só, vivo com várias pessoas a minha volta, se eu falar algo vão direcionar os olhares para mim como se estivesses dando toda atenção que poderiam dar direcionada apenas para mim, mas tudo é tão vazio, tão falso. A atenção não é para mim, as vezes nem os olhares, muitas vezes são olhares vazios com mentes viajando em universos paralelos, e na verdade não julgo ninguém, eu mesmo faço isso o tempo todo, me perco em pensamentos, lembro de coisas que nunca vivi, viajo para lugares que nunca fui, a imaginação a cima de tudo é a passagem mais rápida para qualquer lugar.
pexels

Hoje eu tive uma noite ruim, na verdade um mês ruim, um ano ruim. Não que alguém da minha vida entenda essa falta de complemento interior que eu sinto, as vezes eu queria só uma misera pessoa que entendesse o que eu sinto e me ajuda-se a superar isso sabe? Pelo menos me consola-se da maneira correta, da maneira que eu preciso. Ando cansada.

Já faz muito tempo desde que escrevi meu primeiro texto sobre essa sensação de solidão, já faz tanto tempo que nem lembro ao certo quando tudo isso começou, acho que vários detalhes na minha vida fizeram eu ver o mundo de uma forma em que ninguém se importa de verdade  com o que eu sinto, ou que sentimos, aos sentimentos das outras pessoas em modo geral.

Tudo isso sempre foi tão normal pra mim, sempre fui muito pratica nesse sentido de gostar e parar de gostar quando necessário, já me disseram que isso é uma válvula de escape, um muro para me proteger dos meus próprios sentimentos, talvez sim, mas sempre me sai bem dessa forma, pelo menos até até pouco tempo, agora já não sei mais.

Não admitir a ninguém o que eu penso, ou sinto, não por não querer, mas muitas vezes por não conseguir faz com que eu guarde cada coisa pra mim, esconda tudo que sinto do mundo.... Guardar sentimentos por muito tempo causa solidão, e não a solidão por falta de pessoas na vida, mas solidão por ter pessoas demais e ainda sim nenhuma delas se importar da forma que preciso.

Minha vontade é de me deitar por dias, por esse vazio pra fora, lavar a alma dessa tristeza que me ronda. Ando cansada, mas não aquele cansaço físico entende? É aquele cansaço que corrói a alma, que suga todas as energias, aquele cansaço que se aloja mentalmente, espiritualmente e com isso fisicamente.

Ando cansada de carregar tantas coisas, tantos problemas, ando cansada de ser o porto seguro e o desabafo de tantas pessoas e simplesmente não ter algo assim pra mim. Eu não sei bem o que preciso fazer para melhorar essa exaustão, talvez eu precisa-se sumir, quem sabe assim talvez só talvez, pelo menos uma vez as coisas se acertassem sozinhas, sem precisar me consumir tanto.

4 comentários:

  1. Você se sente assim agora? Eu me sinto assim várias vezes.

    Juhlihipy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me sinto assim quase sempre, esse foi só uma pequena descrição do que sinto a cada dia.

      Amei seu blog :3

      Excluir
  2. Oi minha linda,quero dizer que amei o seu texto e ele descreve um momento atual da minha vida. As vezes é bom saber que não sou a unica que se sente assim.
    Teu blog é lindo,parabens!!!
    te convido a participar do meu projeto e ajudar a espalhar mais amor pela net<3
    aspoesiasdananda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Nanda, fico muito feliz que tenha gostado, é tão bom quando descobrimos que alguém nos entende né?

      Muito, muito obrigada <3

      Já estou participando \o/

      Excluir