4 de out de 2015

Hoje Você É Pra Mim

Eu meio que comecei a deixar a solidão de lado sabe, já estava na hora. Acho que demorei demais pra isso, creio que me me apeguei demais a solidão de você, e isso de algum modo superou qualquer sentimento que eu poderia sentir, passei anos da minha vida me ligando a você, tentando de alguma forma fazer parte da sua vida, isso é bem retardado né? Sim, pelo menos para mim, por ser quem eu sou,  tentar me ligar a alguém novamente depois de tanto tempo é meio ridículo.  Perdi as contas de quantas vezes eu sonhei com você nesse meio termo, de quantos sorrisos eu me limitei a dar, de quantas vezes meu coração acelerava só em te ver ou pensar em você, e cara hoje isso me parece um pouco idiota de falar, mais eu mesmo sem querer me limitei a você, e não consegui realmente me encontrar com alguém, não consegui dar abraços inteiros para alguém, sorrisos inteiros, muito menos palavras inteiras, eu quase muitas vezes consegui te deixar de lado, eu quase consegui te abandonar dos meus pensamentos, eu quase quis te esquecer em todos esses anos, o problema é que eu quase, e eu quase nunca quis de verdade, pois me acostumei com a solidão de você, e em algum momento passou a doer menos, em algum momento eu consegui conviver com essa solidão e em algum momento essa solidão se tornou minha melhor amiga, e eu só não quis mais abandona-lá. 

Hoje é mais fácil falar de você, hoje não dói mais, hoje eu consigo pensar em você sem ter vontade de chorar ou sem ter aquela angustia no peito que nunca ia embora. Sabe eu meio que hoje estou bem sem você, eu deixei o quase de lado também, e acabei querendo de verdade te esquecer, sabe aquilo que eu sentia por ti? Eu quase não vejo mais em mim, está tão pequeno ou tão enterrado aqui dentro que é difícil dizer se realmente existe. Sabe a minha amiga? A solidão de você, ainda é difícil afastar de mim, afinal ela foi minha amiga por tantos anos, é difícil deixar ela ir mas é o melhor pra mim né? Ela também está indo, e hoje existe algo tão pequeno dela em mim, que eu não sei mais o que pensar quando se trata de você, na verdade acho que esse é o ponto, deixar de pensar algo sobre você, deixar de sentir de vez ou pelo menos o que der.  Depois de tantos anos eu realmente decidi te arrancar de mim, e dessa vez eu realmente quero, completamente sem deixar nenhuma marca, porque eu simplesmente não conseguia mais assim, pensar em você a todo momento. Hoje está mais fácil falar de você, pensar em você, ver você, hoje eu já não sinto tanto, hoje eu não faço mais questão de ver suas fotos, hoje eu já não ligo mais de te ver com outras pessoas, hoje eu realmente quase te arranquei de vez. Hoje você é um quase nada em mim.
                        Escritora: Gabryella Alvino
Tou participando de um projeto super fofo que a Eduarda criou meus amores, tem vários blogs participando eu vou deixar os links aqui em baixo.Visite todos os textos do projeto a baixo ta todos os links dos blogs que estão participando! 
"Escritores não são aqueles que apenas tem livros publicados, escritores são aqueles que escrevem com sentimentos, você que tem folhas e folhas escritas por ai você também é um escritor!"
                                         - Eduarda Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário